Coordenadora Antitouradas de Pontevedra

Pontevedra amence chea de pintadas

Anúncios

Facémonos eco dunha nova enviada a Indymedia Galiza:

” 8 de Agosto do 2007

Hoje à manhá a capital do Lérez aparezía completamente cheia de pintadas Ànti-taurinas, as mais delas realizadas sob os cartéis que publicitam a exaltaçom do genocídio animal. Também houve parte para a própria praça de touros, que amostra a día de hoje em caracteres de impronta a frasse “se as touradas som arte, o canibalismo é gastronomía” e mais “nom á festa do fascismo”.

No tocante aos cartazes taurinos, dúzias deles apareziam pintados com a figura dum toureiro colhido por um touro , acompanhado dos dous lemas anteriores e mais da frasse: “por umhas festas galegas”.

Ao parezer, e tal e como comenta a vizinhança, grupos de jovens foram perseguidos em várias rúas da cidade pola polícia local e nacional ao realizar estes actos de sabotagem contra a barbárie animal da festa espanholista. Aguardemos que seja o início dumha contestaçom maciça que devera rematar na aboliçom das touradas em Ponte Vedra, única cidade galega com praça de touros.

NOM ÀS TOURADAS EM PONTE VEDRA.

A TORTURA NOM É CULTURA. ”

Parece que algo comeza a moverse en Pontevedra e xa se exterioriza o descontento pola celebración desta cerimonia atávica na nosa cidade. Cada día crecen as voces críticas, cobizando un futuro próximo onde a “Feria Taurina” deixe de existir. Non nos cabe a menor dúbida de que a meirande parte da poboación aborrece que se chegue a asociar o nome da cidade con esta barbárie animal.

É tempo de rematar coas touradas.

Anúncios